guarda-estoques

Dicas para impulsionar as vendas no e-commerce

Ano após ano, o mercado de e-commerce está cada vez mais aquecido no Brasil. Seja para a venda de roupas ou de eletrônicos, a combinação do aumento da confiança dos internautas junto ao conforto das compras on-line está criando oportunidades para milhões de empreendedores.

Porém, num contexto como esse, a concorrência é grande e exige dos empresários conhecimentos específicos para se destacar no mercado. Pensando nisso, este artigo apresenta algumas dicas essenciais para que seu e-commerce se destaque, atraia e fidelize clientes diversos.

Ficou curioso para saber mais? Confira: 

Impulsionando as vendas no e-commerce 

  1. Monte um site atrativo e funcional 

Apesar de soar um tanto óbvio, muitos empreendedores esquecem da principal base de um e-commerce, que é um site que oferece uma boa experiência para o usuário.

Certamente, existe uma série de aspectos envolvidos nisso, mas vamos ao mais básico de todos: as informações na home do site estão bem posicionadas e fáceis de serem vistas? As cores são chamativas demais e podem deixar a visão confusa? O cliente facilmente encontrará o que procura? O design imprime os valores e a qualidade do seu produto? O carregamento das páginas é rápido?

Se você responder a essas perguntas, já terá uma ideia se precisa ou não realizar mudanças no seu planejamento para o seu e-commerce.

  1. Faça boas imagens e descreva os produtos detalhadamente

Visto que o cliente precisa necessariamente adquirir o seu produto sem vê-lo, as imagens e a descrição cumprem um papel fundamental na decisão de compra. Por isso, capriche nas fotos dos produtos, oferecendo imagens bem iluminadas e de ângulos diferenciados.

Além disso, crie uma descrição própria do produto (nada de copiar dos sites concorrentes!), com questões como tamanho, peso, funcionalidade, cores, tipo de material utilizado e qualquer outra informação importante.

Fique apenas atento quanto ao tamanho ideal das fotos: se elas forem pesadas demais, poderão deixar o carregamento mais lento e, sem dúvida, isso irá afetar negativamente a experiência do usuário.

Confira também: A influência das estações do ano no e-commerce

  1. Pense em estratégias de SEO

Para conseguir uma boa posição nos resultados de busca orgânica do Google, hoje é imprescindível que os sites de e-commerce otimizem seus sites nos padrões SEO (sigla para Search Engine Optimization).

De maneira geral, isso inclui uma série de boas práticas, tais como links internos e externos, criação de conteúdo próprio e de qualidade, tipo de montagem do site etc. Por isso, faça pesquisas e não esqueça de levar em consideração esses valores para sua loja virtual.

  1. Deixe seu estoque protegido

Além da parte on-line, certamente um dos maiores desafios dos empreendedores no setor de e-commerce está ligado a questões de logística.

Nesse aspecto, existem dois valores essenciais que devem ser mantidos pela empresa: deixar os produtos num local estratégico e que seja seguro. No entanto, como unir esses conceitos num bom custo-benefício?

A melhor solução é o self storage, também conhecido como guarda-estoques!

Por meio do aluguel de boxes individuais, o profissional de e-commerce poderá contar com um espaço protegido constantemente e que poderá ser acessado todos os dias, somente por pessoas autorizadas, quando ele quiser. Ficou curioso para conhecer mais?

Clique aqui e conheça a Storage Guarda-Tudo!

guarda-estoques

Storage Guarda-Tudo

Storage Guarda-Tudo

Sistema Self storage, muito difundido nos EUA e na Europa, o cliente guarda,tranca e leva a chave, só ele tem acesso ao boxe. Segurança 24hrs, controle de acesso, sistema de cameras com gravação de imagem.
Storage Guarda-Tudo

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *