Guarda Móveis | Guarda Tudo | Guarda Documentos | Guarda Estoque

24 anos | Acesse seu box 7 dias da semana

Blog

Artigos com dicas e informações para uma melhor armazenagem

Quer mudar de país? Confira 4 dicas para planejar a mudança

Quer mudar de país? Confira 4 dicas para planejar a mudança

Seja por motivos profissionais ou pessoais, muita gente quer sair do Brasil. A mudança para outro país exige uma série de decisões e ações práticas. Por isso, preparamos um checklist para você não se esquecer de nenhum ponto. Confira!

1) Pesquise as possibilidades

Em quais países você gostaria de viver? Pesquise sobre os costumes locais, custo de vida, clima, empregabilidade, etc. Tudo isso é importante para não tomar um susto quando chegar ao destino.

2) Organize sua documentação

Considerando que você já tenha escolhido o país de destino, comece planejar em quanto tempo você irá mudar e quais documentos precisa.

A primeira coisa é saber a documentação necessária para o país de destino. Nos sites dos Consulados e Embaixadas você consegue descobrir como fazer para obter o visto. Mas, além disso, os documentos básicos também são importantes.

Seu RG está atualizado? E passaporte, você tem? As vacinas estão em dia? Quais documentos o país de destino exigem? Tudo isso precisa ser verificado em tempo hábil para não haver problemas. Se você tiver cônjuge e filhos, atenção e tempo redobrado para não perder prazos.

3) Zere as dívidas

Se as suas finanças não estão organizadas, é hora de fazê-lo. Quite os últimos boletos pendentes, renegocie dívidas e elimine gastos. Aproveite para cancelar contratos de cartão de crédito e despesas mensais que não serão necessárias no exterior. Fique com o mínimo necessário para pagar os custos do que você resolver manter no Brasil, como um apartamento, por exemplo.

4) Planeje a mudança com antecedência

De todas as etapas para mudar de país, o planejamento da mudança é, sem dúvidas, o mais demorado. Organização, planejamento e tempo hábil são fundamentais para o sucesso dessa etapa. Para facilitar, vamos dividir esse tópico em sub tópicos:

a) O que fazer com o seu imóvel atual?

Se for um imóvel alugado, é necessário notificar o locatário e verificar o contrato para que não incida multa e juros.

Se for uma casa ou apartamento próprio, você pode vendê-lo e aplicar o dinheiro para bancar seus custos no novo país, enquanto não estiver totalmente adaptado. Ou alugá-lo, caso prefira ter uma receita fixa do Brasil e um local para voltar casos seus planos não deem certo.  

b) Desapegar, vender, guardar e levar

É hora de você olhar todas as suas coisas com bastante critério. Faça uma lista com todas as suas coisas e divida-as em desapegar, vender, guardar e levar. É importante que você seja muito criterioso para não levar objetos desnecessários para o exterior.

 

Nossa sugestão:

  • Desapegar: roupas que não servem mais ou que não fazem mais o seu estilo, sapatos e acessórios velhos, eletroeletrônicos que não valham a pena levar para o país e que, caso você volte, provavelmente estarão danificados pela falta de uso. Objetos de decoração que você não veja mais sentido, alimentos, etc.
  • Vender: carro, moto, equipamentos caros que você não queira mais, etc.
  • Guardar: móveis, equipamentos caros que você não possa levar, mas queira guardar, como pranchas de surf e equipamentos eletrônicos, geladeira, fogão, etc.
  • Levar: roupas, sapatos e acessórios que sirvam, documentos, notebook, fotos e objetos pequenos de decoração que tenham memória afetiva e te façam lembrar família e amigos.

 

Lembre-se que com as novas regras de bagagens da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), as companhias aéreas podem determinar se a mala será de 32kg (como era antes) ou 23kg. Portanto, verifique com a companhia aérea esses detalhes bem antes da viagem para que você possa se programar melhor e não ter custos desnecessários.

Além disso, menos é mais. Então leve estritamente o necessário. Caso você opte por guardar móveis, documentos e demais objetos no Brasil, o self storage é uma solução interessante para você, pois é mais econômica, segura e prática do que alugar uma casa ou depender de terceiros. Converse com nosso consultor!

self storage

Storage Guarda-Tudo

Storage Guarda-Tudo

Sistema Self storage, muito difundido nos EUA e na Europa, o cliente guarda,tranca e leva a chave, só ele tem acesso ao boxe. Segurança 24hrs, controle de acesso, sistema de cameras com gravação de imagem.
Storage Guarda-Tudo
Ligamos para você
Share This
X
Popup Storage Guarda Tudo

Cadastre-se e
receba um material
exclusivo sobre
Self-Storage

Preencha esses dois campos
abaixo e receba seu material.
É rapidinho!